Surto de uma puta, bêbada e pobre

by - quarta-feira, setembro 02, 2015

  

 Cá estou eu derramando rios de lágrimas ao som de Fake Plastic Trees- Radiohead por ter perdido 500 fucking dilmetas do meu salário por um desconto injustíssimo.

   Mas sabe o que é lamentável? Nêgo perguntar sobre a minha situação e tirar piada em seguida. Gato, vc é sustentado pelos pais e já é pai de família e nem por isso fico soltando piada e nem mandando você tomar vergonha na cara porque, né, quem sou eu pra julgar que fuma e quem cheira (parafraseando a Patrícia). Se 500 reais não é nada para você, pra mim é porque significa passar fome o mês inteiro de forma injusta.


   Fora outro que me liga pra saber como eu estou por conta da minha gastrite nervosa e joga na minha cara:
- Também você não deve ser fácil, né? Nem deve ter tentado falar com a chefe pra avisar. Pára de se lamentar, são só 500 reais.


  Filho, cá entre nós, muito fácil falar isso quando é formado em medicina, tem duas farmácias e tira cerca de 35 a 40 mil por mês. E essa gracinha de pessoa ainda pergunta por que dou corte nele. Amo/sou cinismo e vida boa. Outra coisa, é feio ficar falando de coisa que você não sabe. Principalmente se eu fiz um comunicado antecipado, peguei assinatura para constar que tomou ciência do meu afastamento por motivos de CAPACITAÇÃO (isso mesmo, descontaram do meu salário porque quis ESTUDAR para atender meu público-alvo) já que não encontrei a chefe porque ela passou a semana inteira na capital e simplesmente não atendeu meu telefone. 

   Falar procês que esse meu choro todo não é só pela quantia descontada, mas também pela forma indigna que sou tratada pelos gestores, pela desvalorização, pouco caso do meu trabalho. Nem vou dizer mais nada, porque só irei falar dessa gestora quando eu pedir demissão daqui uns meses porque não sou obrigada a aturar esse tipo de gente.

   Que maravilha! Oh só como a vida muda: Não estou sofrendo por amor e sim por dinheiro. Mais uma certeza que pertenço à vida adulta agora. 
    
     Sim, sou uma porca capitalista com orgulho. Com escrúpulos, é válido ressaltar.

You May Also Like

0 soltando o verbo

Soltem o verbo...