Pagamento de contas

by - quinta-feira, março 03, 2011


Como eu já relatei pra vocês aqui, estou sem o meu cartão. Ok. Daí que eu não paguei a conta de luz de janeiro  e a de fevereiro chegou com o aviso: se eu não pagasse a conta até dia 02/03/11, a energia do meu apartamento seria cortada.  Cês sabe que brasileiro só funciona na base da ameaça, né? Imagina eu deixar a luz ser cortada aqui por causa de 20 cents (somatória das duas contas.).

Então, como eu estava com preguiça de pagar de manhã cedo, resolvi fazer isso só de tarde, depois do intervalo da faculdade. Pago a mensalidade, vou lanchar. Termino e corro para pegar o ônibus, tudo muito rápido e talz. Chego na lotérica e vejo aquela fila enorme tipo: tão distribuindo empadinha e canudinho de graça. Pobres cês sabem como são. Jay C, era tudo pra pagar contas. Ok. Tinha tomado minha dose de paciência mesmo.

Tinham dois caixas lá.. assim como na figura:


Aí tá. Duas mulheres na minha frente. O caixa um liberou e as duas mulheres foram para ele. Sendo que a da minha frente ficou um tempo parada, atendeu o celular e falando seguiu a outra. Parei e esperei. Aí né, já que ela tava no outro caixa, pensei estar acompanhando a outra senhora. Fui para o dois. Senti uns cutucões:

- Oi?- disse me virando
- Era minha vez.- falo ela
- Pensei que a senhora estava com a moça.
- Era minha vez. Por que você não me esperou?
- Esperei, mas a senhora foi para o caixa 2 falando ao celular.
-Mas era minha vez.
- Sabe aquele ditado: Foi namorar perdeu o lugar? Pois é. Verossimilhança é isso.
- QUE ABSURDUÓN! EU SOU FORMADA!
- Parabéns, eu tô quase lá. Disseco cadáver
(partes humanas sintéticas. ¬¬')
- Cê tava com muita pressa? Eu tenho uma filha..
- Minha senhora, Fale com o batman.
- disse com Toda minha maturidade.


E nisso, a moça do caixa chamou a atenção da distraída e pediu pra voltar pro final da fila, já que tinha perdido a vez por conta da distração que ela havia cometido. Sara Wins.

Olha, eu vou dizer uma coisa: Gente folgada merece um beliscão nas pregas. Em todos os lugares que já viajei, fui muito bem tratada. Fora minha educação.Minha filha, se você é formada, problema seu. Se ser universitário resolvesse os problemas, tinha muita gente que não sairia jamais da faculdade e de certeza, eu seria uma.

Por favor, né... fila quilométrica e a pessoa se acha no direito de empatar quem tava atrás para falar no telefone e deixar todo mundo esperando. Inferno tá bem alí.

You May Also Like

1 soltando o verbo

Soltem o verbo...