Se Tempo Fosse Dinheiro, Estaria Decadente

by - terça-feira, maio 22, 2012

 

  Minha vida tá uma correria que olha, tá melhor fazer o mundo em 7 dias do que sobreviver inteira ao mês de maio. Não sei se isso está relacionado ao meu inferno astral. PORRA, falando em inferno astral, lembro o quão decrépita estou ficando: 21 anos. Dificílimo lidar com isso.

   Estou, finalmente, fazendo meus primeiros atendimentos psicológicos. São triagens 2 vezes na semana durante duas horas, o que né, seriam coisas simples, mas não…cansativo até para respirar. Porque né, a fofa aqui foi encarregada de pegar os casos mais complexos (gosto, não minto, mas é deveras cansativo) com direito de usar meu hipocondrismo e conhecimentos de psicopatologia para fazer um exame do estado mental. O que não deveria acontecer, só que insistem em me ver realizando trabalhos assim, então não posso fazer nada. Só o que eu queria era uma folguinha, uma latinha de sprite feat. energético e meus bons cigarros mentais. Pensar cansa.

    Ainda tenho que lidar com trabalhos que são seminários que valem apenas 10, uma casa para arrumar, uma mãe que não é nem um pouco empática para comigo e concurso para prestar.

chapeleiroLouca do cu sem tempo. Chapeleiro sente inveja do meu visual.

Concurso tá uma delícia pra estudar com todo esse tormento. Mas né, estou estudando como posso. Perdendo mais tempo estudando do que ganhando tempo no twitter. Essa oração pode ser invertida também, sei lá.  Eu tenho que passar porque já tenho que sustentar minha amante e meu namorado e porque quero me livrar da tpm eterna que minha mãe tem comigo. E o principal: dinheiros para o casamento, mobília para casa que irei dividir com o namorado e o que sobrar, a gente compra um carrinho-de-mão ou uma bicicleta para ser nosso meio de locomoção.

You May Also Like

1 soltando o verbo

  1. Sério isso de morar twogeder?
    E olha só, falta só um pouquinho pra acabar o curso, ou nem? Tem de ter um lado positivo, bozo.
    Já posso marcar a consultar procê me tratar, tia?
    Saudade de você.

    ResponderExcluir

Soltem o verbo...