Sobre CPUs, Eletroacre, Provas, Concursos e Cacuras

by - domingo, maio 16, 2010

Meu #heavenday em pleno inferno astral.

Fiquei longe durante essa semana porque a Eletroacre foi quem quis assim. Beijos. No lugar luxuoso que eu moro, há constantes quedas de energia tipo, cai seguidamente. Então, né, não existe desktop que resista. Só tive coragem de ligar para o meu primo vir dar um jeito na quinta e na sexta ele já me devolveu. Amém.

Só que minha coragem para atualizar o blog não veio junto com minha CPU. Estava preocupada: E se meu primo localizar minha pasta de pornô? Que se foda, né? Consciência tá tranks e o meu cu ainda tem pregas. Tá ótchemo assim.

Queria um tempo para respirar, passar o dia inteiro dormindo e comendo almôndega ( mas não simultaneamente. Porque, né, não é possível). Tá foda agora na faculdade. Tento não reclamar muito. O preço para ser uma futura controladora da mente humana é pequeno. Dominar a cabeça do ser humano é o primeiro passo para conquistar o mundo. MUAHAHAH… Sissigura sistema solar, a Sara vem aí! É tanta coisa. Isso não pode, prefessora. Seus alunos têm vida social, menos eu, lógico. AH! Os concursos também estão acabando com a minha capacidade de aprendizagem. Lei pra quê? Me digam! Ninguém respeita mesmo. E no dia do meu aniversário? Quem completa mais um ano de vida sou eu, mas quem ganha o presente é a turma inteira: Prova de Introdução à Filosofia. Magavilhoso. E vocês sabem quem é o professor dessa matéria, né? O velhinho. Ele ainda quer que eu leve um bolo. Por favor, meu senhor. Por favor, né!

Sério, nunca tive um aniversário onde eu não ficasse livre das provas desde que virei gente (MAS OI?). Puta falta de sacanagem. Quando caia no final de semana, o colégio inventava de fazer simulado nessa data tão NOT especial de minha vida. Quando caia no domingo: CONCURSO. Tá bom. Já entendi o recado: SE FODE, NÊGA!

A Cacura que me persegue, sexta-feira me parou no caminho de casa e falou:
-PRINCESA!- meuuu ânus, cacete! Princesa?? BLEEERGHT
- Quinhé!-
- Desculpa por eu estar de pressionando, te seguindo e te ligando. Pensei que daria para chegar junto de você. Espero que não fique chateada. Vou ficar no meu canto.
- REALLY? Sobreviverei. Tchau.

Daí que ele não me ligou mais. Perseguição eu ainda não sei porque ainda não saí de casa. Meu humor está até melhor depois dessa bela notícia. Até que meu inferno astral teve um fucking #heavenday .

You May Also Like

0 soltando o verbo

Soltem o verbo...