Grau de normalidade

by - quarta-feira, dezembro 14, 2011

pascal
  Final de ano só a bosta. Chorei no ônibus e na calçada antes de ontem e hoje choro ouvindo Valesca. Ao menos não está calor, Sara. Ao menos você pode vir aqui e desabafar e desabar.
  Até minha playlist tá tensa, cheia de Buarque, cheia de sambas penosos, cheia de Vinicius  e Neruda. E nem sei caminhar direito e nem falar, imaginem o quão complicado está sendo me orientar. KEEP WALKING, SARA. DISTANCE.
  

You May Also Like

0 soltando o verbo

Soltem o verbo...