Dia dos professores

by - sexta-feira, outubro 15, 2010

 

Boa parte da gaylere deve saber que leciono espanhol em um pré-vestibular e portanto, isso me faz uma professora. Querendo ou não. Mas entrar nesse caminho me fez tomar certos rumos quanto minha futura profissão: NUNCA DAREI AULAS. Professores já têm seu lugar reservado no paraíso porque essa vida não é FACIO, Marco Luque.

Eu que só dou aulas no sábado já tenho certa facilidade de adquirir a Síndrome de Burnout. O que seria isso, Brito Jr? Simpres: é algo que queima de fora para dentro, estressante, que quando agravada, o sujeito tornar-se depressivo (causas exógenas), anti-social, etc. A incidência de casos é maior nos docentes e em pessoas que lidam com público… Então né negada… VOL MORRER. Professores, olha, vocês merecem o mês inteiro de comemorações.

Quando eu digo que não é fácil é porque não é mesmo. Além de darmos aula, temos que:
1. Controlar seres sobrenaturais, mais conhecido popularmente na fauna brasileira como: CAPETCHENAS.
2. Aguentar sua própria aula quando não há feedback dos alunos. É a pior coooooisa desse mundo.
3. PREPARAR A AULA, TIRAR XÉROX COM SEU PRÓPRIO DINHEIRO PARA 8962 PESSOAS E ELAS NÃO FICAREM NO SEGUNDO TEMPO POR PURA PREGUIÇA.
4. Ficar puto o mês inteiro e receber um salário indigno.

Eu já tive professores de todos os tipos, desde os mortos até os que são vivos demais, dos mais honestos até os filhos de putinha e assim vai. Eu sempre fui uma – COF COF COF COOOFÃO- boa aluna e não tive tantos problemas com meus ‘mestres’, portanto, não guardo rancor de ninguém MENOS DA FREE WILLY QUE ME ACUSOU DE COLA AQUELA VACA ESCROTA e aqui fica meu pensamento final sobre essa profissão: Se quiséssemos ser ricos, seríamos médicos e não professores.

sd

-Eu sobre meu emprego.

You May Also Like

1 soltando o verbo

  1. Olha só, eu acho que é uma boa ser professor..
    Claro se você for bem masoquista. Porque cara.
    Eu tenho muita pena dos meus professores..
    Isso não é vida, gente!
    Mas vamos lá, que daqui há pouco você será uma diplomata ganhando o prêmio nobel da paz.

    Beijos, sua linda.

    ResponderExcluir

Soltem o verbo...